RZO lança novo videoclipe “As Armas que Matam – RZO”

O grupo de Rap RZO está de volta com o videoclipe “As Armas que Matam – RZO“.

Em seu ultimo álbum, intitulado “Quem Tá No Jogo” a banca de rappers paulistanos traz 15 faixas inéditas com o que há de melhor e mais afiado em termos de rimas e batidas, sempre disparadas diretamente da Zona Oeste de São Paulo.

Uma das faixas que dá vida ao novo videoclipe do grupo é a pesada e realística “As Armas que Matam – RZO”, uma reflexão poética e visceral do grave problema social que são as armas de fogo e seu uso letal no cotidiano da sociedade brasileira.

Informações do videoclipe “ As Armas que Matam – RZO ”

  • Produção e Mixagem: DJ Cia
  • Masterização: Carlos Freitas
  • Composição: Helião
  • Voz: Helião, Sandrão, Calado Teclados, Synth: Rafael Labate
  • Direção: Elder Fraga
  • Idealização: Sandrão

Inspiração para composição de “ As Armas que Matam – RZO ”

O combustível para a composição da música foi uma discussão virtual entre Helião e um deputado que defende a liberação das armas de fogo. Nos últimos anos, alguns parlamentares queriam revogar o Estatuto do Desarmamento e reduzir a idade mínima de compra e venda de armas de fogo, além de estender o porte. A discussão que começou na internet e fez Helião pensar “Vou fazer uma música pra esse cara”. Com uma batida potente, produzida por Dj Cia, a música relata o quanto esse tema é pesado e merece nossa atenção.

A realidade das estatísticas é alarmante, como o absurdo número de 41.817 pessoas assassinadas em decorrência do uso de armas de fogo em 2015 no Brasil, e são retratadas em forma de rimas e poesia, como denuncia um trecho da música “Inundar a sociedade com armas de fogo é arriscado demais”.

Os níveis da violência no Brasil assustam. E mesmo inseridos num contexto de crise econômica, política e social, ainda assim são expressivos e cruéis. Em 2016, essa escalada chegou ao seu ápice e a espantosas 61.619 mortes violentas intencionais, ou seja, são 168 mortes por dia, 07 mortes por hora em todo o Brasil. Como retrata a letra “Alguém matou com uma arma hoje”

Como se toda essa barbárie não bastasse, os dados comprovam que existe um genocídio da população jovem e negra em andamento no país, pois a cada 100 vítimas de homicídio no Brasil, 71 são negras e 76% das vítimas de intervenções policiais também são negras. Finaliza a letra “Impunidade, racismo, corrupto faz festa. Revólver não presta. Uma simples defesa, ou mata ou aleija”. Cuidado com as armas que matam.

Ouça “Quem Tá No Jogo”

 

Vida Loka – Rap Nacional e Cultura de Rua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gel Reduction Funciona

detophyll

conutherm

colastrina

quitoplan

Renova31

www.dicasdebelezaesaude.com.br

Duromax

Duromax

Duromax