Billy Saga faz show no SESC Vila Mariana em encontro de Sarau

Esta atividade faz parte da Programação Integrada – Exposição Quem Sou Eu? (Museu da Pessoa)

Os saraus são manifestações artísticas que têm relevância social, política e cultural na sociedade brasileira e que apresentam seus estratos e universos diretamente vinculados às manifestações do discurso oral, de natureza simbólica, literária ou musical, e de criações e contribuições individuais e coletivas. São momentos de diálogo, de troca, de fala e escuta; de geração espontânea de linguagem.

A proposta de um encontro de saraus para compor a programação integrada da exposição Quem Sou Eu?, uma parceria entre Sesc São Paulo e Museu da Pessoa, se dá pelo desejo de dialogar e agregar formas expressivas e simbólicas distintas.

PROGRAMAÇÃO:

  • 15h30 – Abertura com mestre de cerimônias Luana Hansen (10min.)
  • 15h40 – Apresentação musical com o rapper Billy Saga (40min.)
  • 16h20 – Improvisação com Luana Hansen (20min.)
  • 16h40 – Sarau das Pretas (35min.)
  • 17h15 – Sarau Suburbano (35min.)
  • 17h50 – Sarau da Brasa (35min.)
  • 18h25 – Sarau do Binho (35min.)
  • 19h00 – Encerramento

Obs.: Todo o evento contará com intérpretes de libras.

SESC VILA MARIANA

Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

Assessoria de Imprensa | Sesc Vila Mariana

Renato Perez de Castro
Mariana Martucci
(11) 5080 3011
[email protected]

SOBRE BILLY SAGA

Com uma trajetória de duas décadas de dedicação ao rap, o segundo disco solo do MC paulistano Billy Saga, segundo ele próprio, alcançou a maturidade musical e técnica almejada. Billy atualmente pode ser considerado um dos mais autênticos e combativos rappers a abordar, nas entrelinhas de músicas com temas variados, o direito das pessoas com deficiência.

De alguém que viveu na pele o veneno de uma lesão medular, devido a um acidente de moto (foi atropelado em sua moto por uma viatura da PM que passou no semáforo vermelho, conduzida por um policial com a carta de habilitação vencida) o rap de Billy Saga é uma verdadeira bandeira hasteada à resistência, capaz de sensibilizar e provocar uma espécie de consciência coletiva acerca da fundamental reflexão sobre o dever de combate à exclusão social, historicamente ressaltada pelo racismo, preconceito e violência às minorias desfavorecidas.

Vida Loka – Rap Nacional e Cultura de Rua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gel Reduction Funciona

detophyll

conutherm

colastrina

quitoplan

Renova31

www.dicasdebelezaesaude.com.br

Duromax

Duromax

Duromax